Browsing Category

Como começar

Como começar Empreender Vida de Mãe Empreendedora

10 passos para tomar coragem e empreender

Eu sempre falo nas minhas palestras que a maternidade me trouxe a coragem que eu precisava para empreender, mas também me trouxe um medo enorme. Sim! Eu tinha medo de dar errado, de não dar conta principalmente, às vezes achava que era só um sonho que não viraria realidade.

Mas virou! E uma gostosa realidade. As coisas não são fáceis, empreender é sinônimo de acordar todos os dias com disposição para trabalhar, inovar e aprender muito, mas também significa, pra mim, uma realização profissional e pessoal sem comparação.

Entendo perfeitamente as mães que possuem esse medo, como eu tive, mas chega uma hora que a gente vai desejar ter começado há um ano. Chega uma hora que não tem jeito, o “bichinho do empreendedorismo” te chama de um jeito que o único jeito é ir em frente. E pra te ajudar, hoje tem 10 passos para você tomar coragem e empreender, acompanhe:

1- Faça bons contatos: estar perto de gente com boa energia, que empreende e estão dispostos a trocar ideias é tudo de bom! Pra isso, você pode participar de eventos, entrar em contato com gente que admira e principalmente participar de eventos online, que é uma grande facilidade pra quem tem filhos, não é mesmo? Os grupos no Facebook são outra ótima opção. Cerque-se de gente que está olhando pra mesma direção que você, pode ser que encontre um sócio, parceiros ou histórias de inspiração.

2- Descubra o que deseja empreender: muitas vezes travam porque ainda não sabem que tipo de negócio abrir ou pelo menos em que área desejam trabalhar. Trabalhe nessa busca e com certeza, depois de encontrar aquilo que “mexe” com você ficará mais fácil encontrar coragem e empreender.

3- Aprenda a planejar: planejar é sinônimo de tranquilidade e economia de tempo e dinheiro. Aprenda a fazer um plano de negócio para testar suas ideias. Estipule prazos e metas e vai ver que tudo isso dá mais segurança para seguir em frente.

4- Descubra sua motivação: empreender depois dos filhos chega a ser um desafio muito maior, mas costumo dizer que também temos uma razão e motivação muito maior para seguir em frente. Estar mais tempo com minhas filhas e ter mais autonomia sobre a rotina da minha família foram as razões que me levaram a empreender, quais são as suas?

5- Organize-se: quando você consegue se organizar e ver seu tempo melhor distribuído, facilita muito e ajuda nessa coragem que muitas vezes falta para empreender.

6- Converse com sua família: o apoio de gente querida que estará com você nessa caminhada, ajuda a acabar com alguns medos. Converse com sua família e peça o apoio necessário.

7- Converse com seu público consumidor: quanto mais você conhecer seu público consumidor, melhor se sairá nos negócios. Busque sempre essa interação, com ela você vai ganhando confiança e o medo vai embora.

8- Ao lado da lei: cumprir a legislação pertinente ao seu negócio também dá uma tranquilidade maior para continuar trabalhando e empreendendo. Busque informações!

9- Faça parcerias: as parcerias são uma ótima maneira para ajudar seu negócio a dar certo e de quebra ajuda a te manter bem e motivada. Invista!

10- Inspire-se, todos os dias: empreender, muitas vezes é sinônimo de criatividade constante. É preciso se reinventar sempre para isso, é preciso muita inspiração. Busque sempre ler coisas que te agrada, acompanhar blogs, trabalhos de artistas e tudo mais que te ajuda a inspirar!

Como começar Vida de Mãe Empreendedora

Congresso Internacional de Mães e Pais Empreendedores

É com grande satisfação que vejo novas iniciativas na área do Empreendedorismo Materno surgindo e fortalecendo mães e famílias que decidem e desejam empreender. Dessa vez, estou falando do Congresso Internacional de Mães e Pais Empreendedores, um evento gigantesco, com gente muito boa de várias partes do mundo ensinando técnicas e mostrando histórias de sucesso para você se inspirar e também empreender.

Temos especialistas de diversas áreas e o melhor de tudo isso, é que o  Congresso é gratuito! Isso mesmo, é online e gratuito e acontece entre os dias 15 e 21 de setembro.

Eu estarei no sábado, dia 20 às 19h (horário de Brasília) falando sobre o que você precisa saber antes de ter uma loja virtual. É um tema muito solicitado aqui no Empreender e a escolha de muitas mães, então acredita ser muito importante levantar algumas questões para reflexão e análise antes de abrir uma loja na internet.

Para fazer a inscrição, é só acessar o site www.conimepe.com.br!

Espero vocês lá!

Abraços!

Como começar Empreender

Congresso Online de Mães Empreendedoras, vamos?

O movimento do Empreendedorismo Materno está crescendo muito e bem rápido. Uma prova disso, não é só os muito e-mails e mensagens que recebo todos os dias, de mães contando que decidiram empreender após a maternidade, mas também eventos e iniciativas no setor.

Uma delas é o Congresso Online de Mães Empreendedoras. O evento é gratuito e vai dos dias 28 de julho a 03 de agosto e é totalmente online. Serão ao todo 30 palestras com diversas profissionais que admiro e acompanho falando dos mais diversos assuntos relacionados ao Empreendedorismo Materno.

congresso de mães empreendedoras

E eu também estarei presente, no dia 31 às 10h da manhã falando sobre como transformei o Indiretas Maternas em negócio. E vamos falar também de empreendedorismo digital, como identificar e aproveitar as oportunidades, os maiores erros que cometi e como você pode começar a empreender.

As vagas do evento são limitadas, por isso, faça agora mesmo sua inscrição clicando aqui!!

Espero vocês lá ok? Vamos mudar de vida?

Como começar Empreender

Empreenda fazendo o que você ama

empreenda fazendo o que ama

Empreender fazendo o que a gente ama pode parecer uma coisa utópica, mas a verdade é que muitas vezes, o que acontece, é que não conseguimos olhar para nossas paixões como negócio e fazer as alterações necessárias para que gerem a renda que precisamos para viver.

Todos nós temos paixões e talentos próprios e únicos. Suas habilidades, independente de outras pessoas as possuírem, são exclusivas porque possuem sua marca pessoal e seu jeito próprio de fazer. E é justamente esse toque específico seu, que pode se tornar o grande diferencial do seu negócio.

E aposto que depois da maternidade, o que não faltou foi novos talentos e habilidades que descobriu e nem sabia que tinha não é?

O grande segredo para empreender fazendo o que você ama, nada mais é do que um bom planejamento que vai desde a concepção da ideia, até o lançamento do negócio, passando por contantes reavaliações e correções no caminho.

Será necessário pensar criativamente e planejar cada passo com muito critério e ter um olhar visionário sobre seu negócio. E não é um bicho de sete cabeças.

Acredito que o grande medo de empreender fazendo o que ama vem do fato, de que, a maioria de nós não recebeu educação para empreender, o que não pode e não deve ser um motivo para desistir, mas apenas um desafio que deve ser superado.

Muito estudo é sempre o caminho para superar qualquer tipo de dificuldade que possa aparecer. O conhecimento é a chave para abrir portas. Portanto, invista nele!

PS: Tem alguma dúvida sobre empreendedorismo materno? Escreve pra mim, pode ser pelo formulário de contato que entro em contato com você, ou através do e-mail empreendermaterno@gmail.com

Como começar

5 dicas para ter a ideia de negócio dos seus sonhos

Você quer empreender, mas não tem a menor ideia do que montar? Não consegue pensar na ideia de negócio dos seus sonhos? Vamos te ajudar! 😀

É normal, quando a vontade de empreender surge, aparecem dúvidas de que negócio abrir, do ramo que se quer e pode trabalhar. Algumas vezes a ideia parece estar ali, mas a gente não consegue visualizar bem. Outras, já temos alguma ideia do que fazer, mas aí bate a indecisão de qual caminho escolher.

Por isso, separamos algumas dicas que vão fazer você pensar e refletir sobre você e sua nova empresa e encontrar a ideia que faltava para começar a empreender.

Lembre-se que, após essa primeira reflexão, você provavelmente terá uma lista com algumas opções, e que depois da escolha, é necessário testar a viabilidade do seu negócio. Na semana que vem, vamos explicar direitinho, como você vai fazer esse teste.

Repense sua situação atual

A sua situação atual vai dizer muito sobre você e o que quer para seu futuro, mas será preciso refletir e pensar um pouquinho nela. Olhe para sua profissão hoje, está satisfeita com ela? Ou quer mudar de rumo? Você tem um trabalho hoje que te satisfaz, independente de outros fatores? Enquanto pensa, liste em uma folha as possibilidades que mais te agradam.

Talvez, você não queira deixar o que faz hoje, só quer mudar as condições de como faz. Ou talvez, essa área não brilhe mais seus olhos, mas uma outra está despertando seu interesse. Anotou? Vamos lá!

Pense no seu hobby e suas paixões

O hobby costuma ser algo que a gente faz por amor, independente do dinheiro que aquilo gere. Algo que temos verdadeira paixão e que nos satisfaz de uma forma única. E muitas vezes, nossos hobbies podem virar negócios e sim, vivermos dele. Por isso, você tem aí uma mina de ouro nas mãos, anote o que você gosta de fazer que te enche o coração de alegria, agora e também no passado.

Pense nas suas habilidades

Todos nós temos talentos específicos e habilidades em uma área. Nem adianta falar que não, pois você tem sim, mas se estiver difícil pensar neles, chame uma pessoa próxima  e pergunte a ela qual o primeiro talento que vem à cabeça quando ela pensa em você. Você pode perguntar para mais de uma pessoa e ir anotando as respostas.

Pense na sua situação futura

Como você se vê daqui a algum tempo, pode te mostrar que tipo de negócio você quer trabalhar hoje. Pense e reflita sobre seus objetivos a curto, médio e longo prazo e faça uma ligação deles com possíveis negócios.

Resolva um problema

As pessoas procuram produtos e serviços que resolvam seus problemas e ajude-as a viver melhor. Pense nos seus problemas e nos problemas das pessoas ao seu redor e repare que a gama de soluções, são ideia brilhantes de negócios para você tocar.

Esse foi um dos motes do próprio Empreender Materno, muitas mães me procuravam através do Indiretas Maternas, pedindo ajuda para tocarem seus negócios, eu vi que existia um problema ali que eu poderia ajudar a solucionar.